quinta-feira, abril 24, 2008

HOMENAGEM A JOSÉ VILHENA

autor: José Vilhena

Hoje podia falar do acontecimento político de ontem, a ratificação do tratado de Lisboa, mas não me apetece. Este assunto já foi aqui tratado em: "Federação Europeia?".

Agora o que me parece é que este país virou de um momento para o outro, um país de ideais: são os santanistas, os menezistas, os jardinistas, os marcelistas (cruzes canhoto! ah mas este é outro, o dos banhos no Tejo) os ferreiristas...
Fod.-..!
Com tanto idealismo bacoco apetece pedir uma coisa:
- Deixem-me em paz caralh...!

1 comentário:

Ferroada disse...

Olá Sifrónio
"gaiola aberta", também tenho uma no meu quintal, é frequentada por "ferreiritos", "linhaceiras" e raramente por "pintassilgos", mas porque a mesa está sempre posta, alpista, trigo, girassol, ervilhaca, arroz...mas os "filhos da puta, dos carpeleiros" os da capela ou igreja, rapinam tudo aos outros, no entanto continua a ser a "gaiola aberta" do meu quintal, talvez um dia receba ordem de fecho...ASAE?!!!
Um abraço
Rebola