domingo, janeiro 20, 2008

CIENTISTAS A PASSO DE CARACOL

Um dia escreveu-se neste blog sobre a previsibilidade dos políticos. De então para cá vamos concluindo que a política praticada sem cuidado se vai tornando em política de sarjeta. Basta lembrar a última sessão da Assembleia da República e o debate da moção de censura apresentada pelo Bloco de Esquerda, para chegarmos facilmente a essa conclusão. Aliás, isso já foi referido ontem no programa "Eixo do Mal" (julgo que é assim que se chama) da SIC Notícias.

Mas a previsibilidade estende-se à ciência Americana que chegou muito atrasada a uma conclusão que, a nós, nos parece uma banalidade! Esta notícia prova isso mesmo! Algumas destas conclusões já se tinham resumido, neste blogue, no "post" com o título "ENERGIAS E COMBUSTÍVEIS ALTERNATIVOS" em 28 de Março de 2007. Não é necessário ser cientista nem americano e muito menos cientista americano, para "descobrir a pólvora"! Chegaram atrasados!

3 comentários:

Rato disse...

É um artigo muito resumido. Quem não sabe um pouco mais, tem dificuldade em perceber.
A grande questão não são os efeitos sobre o ambiente.
O problema é que há gente a mais. E a este ritmo de crescimento ou há um milagre ou vai haver problemas fome, falta de energia, pior ambiente... Quem se lixa? o mexilhão!!!!!

Sifrónio disse...

O problema não é esse! O problema está no "fazedor" da notícia: como é de americano, publique-se!

Rato disse...

Só acrescenta valor à notícia o facto de ser americano. Sendo americano, os imbecis em Portugal não têm como argumento a teoria das forças do mal que querem assaltar a sede do império. E que os capachos lusos devem defender, esperando que da mesa do Senhor, caiam umas migalhas. Do meu ponto de vista é benéfico que seja americano. Depois nem todos se chamam Bush!