quarta-feira, agosto 24, 2011

PARDIEIRO

quarta-feira, agosto 17, 2011

IDEIAS!... BOAS OU NÃO

Há dias precisei de me deslocar a um daqueles hospitais que deixaram de o ser, que passaram a centros de saúde (?) (medida tomada pelo governo PS e apadrinhada pelos ditos partidos do arco do poder). Cheguei por volta das 11 horas. Chegada a hora de almoço, constatei que não havia qualquer chamada de doentes e fui perguntar a uma senhora da limpeza (empresa privada) que tinha ficado a manter o lugar da funcionária administrativa aquecido, mas só isso. A única coisa que sabia era que todo o resto do pessoal tinha ido almoçar. Perguntei se podia ir almoçar também, ao qual a senhora me respondeu, que era arriscado por me sujeitar a perder a vez. Fiquei a aguardar. Dirigi-me à caixa das sugestões e escrevi o seguinte: "uma vez que estou doente, está na hora de almoço, o pessoal (médicos, enfermeiros e administrativos) foi almoçar, tendo eu fome e não podendo me deslocar para fora destas instalações para comer uma "bucha", sugiro à administração deste centro, a disponibilização de um espaço para operação de um serviço de catering, onde os utentes doentes, possam fazer as suas refeições a horas decentes".

Certamente que isto fará esfregar as mãos a oportunistas interessados, mas não considero que seja má ideia. Pelo preço da taxa moderadora, uma refeição à maneira, a horas decentes sempre faria atenuar o esgoto de paciência que aflui à cabeça da maioria dos utentes, digo doentes.

Fico à espera da resposta.




quinta-feira, agosto 11, 2011

CENSURA NO SÉCULO XXI?

video
Gosto de ler, ouvir e ver coisas "proibidas". Antes do 25 de Abril de 1974, ainda muito jovem, fui incomodado por ter um jornal proibido debaixo do braço, o "República". Há anos, em conversas de café, falava sobre livros com um amigo, nomeadamente nas profecias contidas no "1984" de George Orwell. Foi aí que o meu amigo me indicou um livro de investigação jornalística, que era mais ou menos um complemento  do "1984": o "Clube Bilderberg-Os Senhores do Mundo". Tentei adquiri-lo mas estava esgotado! Voltei mais tarde, continuava esgotado. Torci o nariz, achei estranho. Encomendei-o. Não pôde ser: "não havia mais edições à venda em Portugal". Tentei esclarecer-me sobre as modernas comissões de censura sem chegar a nenhuma conclusão. 

Há dias, recebi este vídeo por e-mail com o título deste post. Não sendo o Paco Bandeira cantor de intervenção, estranhei que a música fosse proibida. Numa altura em que a falta de respeito pelas instituições grassam pelo país, mais crítica menos crítica certamente que não faria mal nenhum! Penso eu!

E assim, continuo com esta dúvida: há ou não há censura em Portugal?